UMA MULHER SOB INFLUÊNCIA by Galeria Produções

Cassavetes cria em "Uma Mulher Sob Influência", um drama familiar baseado na ausência da figura materna dentro de uma casa. Mabel (Gena Rowlands) é uma dona de casa que sofre com problemas depressivos graves. Quando essa doença passa a afetar a vida dos filhos, o marido, Nick (Peter Falk), decide interná-la em uma clínica psiquiátrica para tratamento, ficando com todas as responsabilidades da casa para si.

A parceria de Cassavetes e Rowlands ia muito além das telas, antes de parceiros no cinema, eles eram casados e essa cumplicidade e intimidade agregou ainda aos trabalhos que realizaram juntos (além de diretor, Cassavetes foi também um grande ator e atuou com a esposa em alguns de seus filmes). Em "Uma Mulher Sob Influência", Gena Rowlands impressiona no papel da mãe e esposa depressiva que vê ruir tudo o que está a sua volta e Cassavetes dirige com primor e de forma muito artesanal uma história forte e profunda.

Outros trabalhos de colaboração entre Cassavetes e Rowlands: "Faces", "Noite de Estréia", "Glória" e "Amantes".

AGORA OU NUNCA by Galeria Produções

Penny (Lesley Manville) é uma mulher casada há anos com o taxista Phil (Timothy Spall). A rotina de uma vida atarefada e sem muitas surpresas esfriou completamente a relação de ambos. Com a doença e internação do filho do casal, o amor da família é colocado a prova.

"Agora ou Nunca" é um filme simples e comovente que conta, mais uma vez, com a grande parceria de Mike Leigh e Lesley Manville. Leigh é um diretor famoso por trabalhar quase sempre com o mesmo elenco e principalmente por fazer do ator uma parte tão importante do processo criativo de seus roteiros, é que essa colaboração é tão rica e verdadeira, trazendo alma e realismo ao longa.

Dentre alguns destaques que trabalharam juntos estão também: "High Hopes", "Segredos e Mentiras", "O Segredo de Vera Drake" e "Mais um Ano".

O SERVIÇO DE ENTREGAS DA KIKI by Galeria Produções

Kiki é uma jovem bruxa, que ao completar treze anos, segundo a tradição familiar, deve sair de casa para aprender a viver sozinha por um ano. Embarcando nessa jornada com Jiji, seu gato falante, a garota passa a trabalhar como entregadora na cidade de Korico, amadurencedo e deixando um pouco de lado seu lado criança.

O filme é uma metáfora poética sobre o amadurecimento e como muitas vezes temos que nos desapegar e deixar certas coisas para trás.

O MUNDO DOS PEQUENINOS by Galeria Produções

Arriety e sua família de pequeninos, moram escondidos debaixo do piso em uma casa em Tóquio. Para sobreviverem, eles furtam alimentos em pequenas quantidades e fazem de tudo para não serem descobertos. Ao conhecer um jovem humano que mora na casa, Arriety acredita poder fazer amizade com ele.

PONYO by Galeria Produções

Sosuke é um garoto que vive com a mãe em uma casa com vista para o mar. Um dia, brincando na praia, ele encontra uma peixinha dourada presa em um pote de geléia. Ao salvar a nova companheira, que ele carinhosamente dá o nome de Ponyo, Sosuke decide protegê-la e torná-la seu bicho de estimação. A medida que a amizade cresce, Fujimoto, o feiticeiro do mar quer Ponyo de volta às profundezas e a peixinha decide tornar-se humana.

Com situações bastante engraçadas, Ponyo cativa pela mensagem sobre a amizade e pureza da infância.

MEU AMIGO TOTORO by Galeria Produções

Mei e Satsuki são irmãs e mudam-se com pai para o interior com a finalidade de ficarem mais próximos da mãe, que está doente e internada em um hospital afastado da cidade. Um dia, brincando, Mei encontra uma passagem secreta no jardim e conhece Totoro, um espírito do bem que vive na floresta e faz dele seu grande amigo.

"Meu amigo Totoro" do mestre da animação Hayao Miyazaki conta um um roteiro inteligente, delicado e inocente, mas ao mesmo tempo de uma profundidade emocionante.

HISTÓRIA DE AMOR SUECA by Galeria Produções

Annika e Pär, dois adolescentes que estão começando a entender a vida, apaixonam-se durante as férias de verão. Aos poucos aquele amor infantil e imaturo cresce e a preocupação um com o outro torna-se constante, apesar da desaprovação por parte dos pais.

O longa do premiado diretor sueco Roy Andersson é simples, porém profundo. Um filme feito de olhares, pequenos sorrisos e toques sutis, sem apelar para a verborragia e clichês de outros filmes do gênero. Ele nos mostra, a partir de dois ótimos atores e uma trilha sonora memorável, os primeiros passos do amor entre dois jovens e o amadurecimento da relação.

BRILHO DE UMA PAIXÃO by Galeria Produções

"Brilho de uma Paixão" conta um momento da vida do poeta romântico inglês John Keats (Ben Whishaw) e sua paixão por Fanny Browne (Abbie Cornish). Tentando sobreviver somente de sua poesia, Keats passa a viver vizinho à propriedade dos Browne, onde conhece a jovem e determinada estudante de moda e começa a ensiná-la sobre o seu ofício.

Cada vez mais próximos, a paixão entre os dois cresce e Keats faz de Fanny a sua musa inspiradora. Com a Inglaterra rural de cenário para esse romance, a premiada diretora Jane Campion (de "O Piano") costura uma trama delicada e com uma elegância sutil. Whishaw e Cornish se entregam por completo em seus papéis e dão uma veracidade emocionante ao casal da trama. Sem clichês, o longa cativa pela belíssima fotografia, design de produção e cenários, trilha sonora e a mão certeira de uma diretora compentente.

FELIZES JUNTOS by Galeria Produções

"Felizes Juntos" conta a história de Po-Wing (Leslie Cheung) e Yiu-Fai (Tony Leung Chiu Wai), um casal de namorados que decide fazer uma viagem de férias com pouco dinheiro para a Argentina. Após gastar tudo o que trouxeram ambos resolvem tentar a vida no país para conseguir recursos e voltarem à China. Po-Wing, com uma personalidade difícil, passa a trair o namorado e a gastar com festas e drogas tudo o que ganhava. Cansado dessa vida instável, Yiu-Fai se envolve com jovem rapaz, mas sem esquecer-se de seu ex-namorado.

Wong Kar Wai explora o tema do amor sem clichês e fantasia. Um amor visceral e até violento de duas pessoas que se amam, mas que estão em fases diferentes na vida e não possuem a mesma maturidade para seguirem juntos. O longa possui uma estética muito peculiar, com uma fotografia bem saturada, planos impactantes e uma trilha arrebatadora!

OS AMANTES DA PONTE NEUF by Galeria Produções

Michèle (Juliette Binoche) é uma artista plástica que está perdendo a visão e tem um relacionamento complicado com o pai. Após o término de um relacionamento e sem muita esperança em sua vida, ela decide vagar pelas ruas de Paris e acaba por conhecer Alex (Denis Lavant), um morador de rua que tem a famosa Ponte Neuf como sua "residência".

Sem dinheiro e com poucos recursos, ambos se apegam um ao outro na esperança de viverem dias melhores e mais felizes. A partir de pequenos furtos eles passam a se sustentar e a se divertir com o perigo que essa situação os coloca.

Leos Carax mostra em "Os Amantes da Ponte Neuf" um amor marginal, inconsequente e louco que ultrapassa as barreiras da normalidade com lindos enquadramentos e sequências com movimentos de câmera frenéticos e bem pensados (uma estética peculiar do diretor). A trilha é também empolgante e a química entre Binoche e Lavant (que já haviam feito "Sangue Ruim" juntos) funciona perfeitamente.

CORPO CELESTE by Galeria Produções

Marta (Yle Vianello), é uma garota de treze anos que está em uma fase de mudança na vida pessoal. Moradora de um pequeno vilarejo da Itália predominantemente católico, a garota se prepara para a crisma junto com outros jovens. Envolvida nessa realidade ela passa a observar e entender que as pessoas são acima de tudo humanas independente de suas funções da igreja e fé.

Primeiro longa de ficção da premiada diretora Alice Rohrwacher, "Corpo Celeste" retrata de maneira poética e com imagens e enquadramentos muito simbólicas o abrir dos olhos de uma garota sobre o mundo regido pela religião. Yle Vianello está impecável e sem exageros no papel principal (aliás, seu primeiro e único papel no cinema até hoje) e mostra uma expressividade que enriquece a narrativa de forma realista e fazendo o espectador pensar sobre os limites da fé.

O PECADO DE HADEWIJCH by Galeria Produções

Céline (Julie Sokolowski) é uma jovem estudante de teologia que almeja ser freira. Em crises de excesso de fé de sua parte, suas superiores no convento resolvem que ela deve deixar o local e pensar de fato no que quer para a sua vida.

Longe do convento e de volta a sua rotina com a família, Céline encontra-se perdida e conhece o muçulmano Yassine. Dentre os conflitos de ambas as religiões e crenças, a jovem passa a questionar sua fé e o caminho que seguiu até o momento.

Bruno Dumont, consegue mostrar uma personagem complexa e envolvida completamente na religião sem dar grandes explicações de onde vem essa fé e sobre essa crença "cega". Esse é um dos grandes méritos do filme, acompanharmos uma personagem e acreditarmos no caminho percorrido por ela, sem saídas narrativas fáceis (como flashbacks e outros recursos) e explicações óbvias. O longa é de uma cadência e poesia ímpares, deixando o espectador pensativo e boquiaberto com a beleza das imagens.

PARAÍSO: FÉ by Galeria Produções

Anna Maria (Maria Hofstätter) é uma enfermeira e fanática religiosa que molda toda a sua vida em torno dos ensinamentos da bíblia e da religião católica. De férias do hospital onde trabalha, a senhora passa a visitar seus vizinhos com o intuito de convertê-los ao catolicismo, o que geram ricos embates e diálogos sobre o tema.

Em meio a todo esse cenário o marido de Anna, que estava há muito tempo afastado, volta querendo retomar o casamento. Com o pensamento de que se entregaria à luxúria ela nega o pedido e passa a se punir com chicotadas, rezas incessantes e outras penitências.

Segunda parte da trilogia "Paraíso" do controverso diretor austríaco Ulrich Seidl, o longa faz refletir sobre o que o fanatismo religioso pode fazer com uma pessoa, levando ela a atitudes extremas e privações de certos desejos naturais do ser humano. 

14 ESTAÇÕES DE MARIA by Galeria Produções

Maria (Lea Van Acken) é uma adolescente de 14 anos, que tem uma vida religiosamente ativa. Católica fundamentalista, ela se depara com diversos problemas comuns da idade ao tentar manter sua pureza espiritual em primeiro plano. Ao conhecer Christian (Moritz Knapp), um jovem colega de escola que a convida para sair, Maria pensa em aceitar o convite e passa a se sentir atraída pelo menino. Sua família, extremamente conservadora, ao saber do caso, passa a julgá-la e condená-la por uma atitude meramente comum da idade.

O filme é interessantemente composto de 14 planos (na maioria estáticos, abertos e muito bem construídos) que remetem à vida da personagem principal com a Via Sacra do cristianismo (caminho de Jesus até sua morte no Calvário). Cada plano ("estação") algo acontece na vida da personagem a levando a um sofrimento mais profundo. Lea Van Acken, em seu primeiro longa, dá vida à uma garota sofrida e complexa psicologicamente, mostrando muitas vezes como somos limitados pelas crenças e certos valores impostos pela sociedade.

THE SQUARE by Galeria Produções

Carla (Claire van der Boom), uma cabeleireira, vive uma vida infeliz com o marido, depois de descobrir que ele esconde dinheiro em casa, ela resolve se apoderar da grande quantia e fugir com o amante, Raymond (David Roberts). O plano do casal para ocultar o roubo do dinheiro é de colocar fogo na casa, o que eles não previam era que o plano que parecia perfeito iria ruir e os colocar em uma situação complicada.

O longa dos irmãos Edgerton mostra as mudanças que as pessoas sofrem pela ganância e a que ponto elas podem chegar movidas pelo impulso da raiva e com o objetivo de salvar a própria pele. O roteiro é ágil e com situações de tirar o fôlego, lembrando muito filmes dos irmãos Coen. Com sequências bem dirigidas e uma fotografia escura e dessaturada, que nos remete à própria vida dos personagens, o filme mostra a violência de forma crua e impiedosa.

REINO ANIMAL by Galeria Produções

Após a morte da mãe por overdose de heroína, Joshua (James Frencheville) vai morar com a avó e os tios. O tímido garoto que tinha pouca ligação com seus parentes, passa a tentar construir alguma relação afetiva com cada um deles. Frios e envolvidos com diversos crimes, seus tios e a avó (brilhantemente interpretada por Jackie Weaver) o colocam em situações de risco se aproveitando de sua boa fé e inocência.

Depois da morte de dois policiais, o detetive Nathan (Guy Pearce) intensifica a investigação que está fazendo em cima da família de criminosos, e dessa vez, Joshua é mais um dos envolvidos.

David Michôd, com esse filme, provou ser um diretor competente mostrando sua capacidade de decupagem, trabalho com atores e um ótimo ritmo narrativo. A violência do filme é presente desde o início com a morte da mãe de Joshua até a relação que o garoto estabelece com a avó.